Após localizar carro, BM segue buscas a criminosos em Barão de Cotegipe

Policiais militares seguem com barreiras no interior do município de Barão de Cotegipe, para tentar localizar os criminosos que assaltaram a agência dos correios no início da tarde desta sexta-feira (26). Dois ladrões armados entraram na agência e efetuaram o assalto.

A polícia encontrou o Ford Focus Hatch utilizado no assalto dentro de um açude que fica próximo da ERS-137, rodovia que liga os município de Barão de Cotegipe e Itatiba do Sul.

Foto: Brigada Militar

De acordo com informações da Brigada Militar, o veículo encontrado havia sido roubado em Passo fundo, no último sábado.

A quantia em dinheiro levada pelos assaltantes não foi divulgada.

Foto: Élinton Machado | Portal RS Agora

Foto: Éinton Machado | Portal RS Agora

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

BM faz buscas por bandidos que fizeram assalto em agência dos correios em Barão de Cotegipe

Assaltantes armados assaltaram da agência dos Correios em Barão de Cotegipe, a ação aconteceu por volta das 14:00 desta sexta-feira (26).

Conforme informação apuradas no local dos fatos, pelo menos dois homens armados entraram na agencia e efetuaram o assalto. Não há informações sobre a quantia em dinheiro que os criminosos levaram.

Após a ação, os assaltantes fugiram em um veículo Ford Focus Hatch de cor prata. A Policia Civil já está no local. Várias viaturas da Brigada Militar fazem buscas pelos assaltantes no interior do município.

Foto: Éinton Machado | Portal RS Agora

Foto: Éinton Machado | Portal RS Agora

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Meteoro ilumina céu do Rio Grande do Sul após explodir

A explosão de um meteoro iluminou os céus da cidade de Taquara, no Rio Grande do Sul, e em Monte Carlo, Santa Catarina, na madrugada da última quarta-feira (24). O fenômeno explodiu na atmosfera a uma altitude de cerca de 98,7 quilômetros, quando estava sobre a Lagoa dos Patos, mas não causou qualquer dano.

Os registros mais marcantes do caso foram feitos pelo doutor em Engenharia, Carlos Jung, no observatório que é mantido por ele em Taquara, chamado Observatório Heller & Jung. Ao todo, nove câmeras gravaram a explosão do meteoro sobre o Estado.

O conteúdo do RS Agora é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores do dia 19 de dezembro de 2019

Expediente apreciado na Vigésima Reunião Ordinária realizada nessa Casa Legislativa no dia 19 de Dezembro de 2019, ocasião em que houve a deliberação das seguintes matérias:

– INDICAÇÃO Nº 109/2019 – do Vereador Ismael Zukunelli: Reitera a Excelentíssima Senhora Prefeita, que através do setor competente, em caráter de urgência, seja providenciada a colocação de redutores de velocidade (tipo quebra-molas) na Rua Sete de Setembro. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 110/2019 – do Vereador Norberto da Silva Barancelli: Reitera ao Executivo Municipal, através da Secretaria competente, que faça um estudo de viabilidade para implantação de três redutores de velocidade “Quebra-molas” na Rua do Rosário. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 111/2019 – do Vereador Valdicir Bertoni: Reitera a Chefe do Executivo Municipal para que determine ao setor competente da Administração, que realize estudo e viabilize, em caráter de urgência, a conclusão de, aproximadamente 240m2 de calçamento na Rua Vitório Setti. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 112/2019 – do Vereador Norberto da Silva Barancelli: Reitera as Indicações Nº 054/2019 e Nº 075/2019 de sua autoria, solicitando que o veículo oficial que é usado pela Prefeita Municipal, seja utilizado apenas em dias úteis e em horário de expediente para fins de interesse da municipalidade, e ainda, que não seja utilizado para o deslocamento da Prefeita até a sua residência localizada na Linha Passo do Betiolo. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 113/2019 – do Vereador Norberto da Silva Barancelli: Indica ao Poder Executivo, através da Secretaria de Obras, que realize o serviço de patrolamento e britagem em toda a extensão da Rua Altair Zacarias, na saída para Machadinho. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO N° 114/2019 – do Vereador Diego Antonio Pereira: Indica ao Poder Executivo Municipal, que através da Secretaria competente, promova melhorias no calçamento da Rua Pinhal, bem como, o setor de engenharia realize estudos no sentido de construir uma rede de tubulação para escoamento das águas pluviais neste local. Tendo em vista, que o desnível e os buracos existentes na via estão prejudicando a trafegabilidade dos veículos e pedestres. Aprovada por unanimidade.

– Projeto de Resolução Legislativa Nº 007/2019: Altera o caput do Art. 2º da Resolução n°. 001/2002, de 22 de maio de 2002, que autoriza a Câmara de Vereadores de Maximiliano de Almeida a associar-se e contribuir mensalmente com a Associação Regional de Câmara de Vereadores da Região Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências. Aprovado por unanimidade.

– Projeto de Lei Nº 038/2019: Estima a receita e fixa a despesa do Município para o exercício econômico e financeiro de 2020 e da outras providências. Aprovado por unanimidade de votos.

– Projeto de Lei Nº 041/2019: Altera dispositivo do Plano de Carreira do Magistério Público Municipal que trata das férias dos Professores. Aprovado por unanimidade de votos.

– Projeto de Lei Nº 042/2019: Aprova o Currículo de Referência do Território Municipal (CRTM) de Maximiliano de Almeida. Aprovado por unanimidade de votos.

– Projeto de Lei Nº 043/2019: Cria os critérios para processo de esterilização caninas e felinas para machos e fêmeas do Município de Maximiliano de Almeida e da outras providências. Aprovado por unanimidade de votos.

Na presente sessão, a Câmara de Vereadores elegeu a nova Mesa Diretora para o exercício de 2020. O Vereador Ismael Zukunelli (Progressitas) foi eleito o novo Presidente, o Vereador Marcelo Richit (Progressistas) foi eleito Vice-Presidente e a Vereadora Daiane Barancelli  (MDB) foi eleita Secretária.

Assista ao vídeo da sessão aqui:

Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores do dia 05 de dezembro de 2019

Na noite do dia 05 de dezembro de 2019, às 19h, ocorreu mais uma Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Maximiliano de Almeida. Tendo em vista o Requerimento Nº. 014/2019, de autoria da Vereadora Onira Orlando Zonin e do Vereador Marcelo Junior Locatelli, aprovado por unanimidade, de forma excepcional, foi destinado espaço para entrega de Menção Honrosa ao Senhor Luciano Barancelli (in memoriam) e ao Senhor Maxemino Dal Ponte (in memoriam), pela destacada atuação que tiveram em nosso município.

Retomando os trabalhos da presente reunião, houve a deliberação e aprovação das seguintes matérias:

– INDICAÇÃO Nº. 104/2019 – dos Vereadores das Bancadas MDB e PROGRESSISTAS: Considerando que foi iniciada obras de calçamento na Rua Itararé, sendo que a reivindicação dos moradores é que toda a extensão da rua seja contemplada com a pavimentação, indicam ao Poder Executivo Municipal que determine a realização das obras de calçamento na referida via, em uma extensão de mais 60 (sessenta) metros, aproximadamente, tendo em vista que beneficiará em torno de dez famílias.

– INDICAÇÃO Nº 105/2019 – do Vereador Norberto da Silva Barancelli: Sugere à Excelentíssima Senhora Prefeita que adote medidas visando a construção de uma Casa de Abrigo para Idosos em nosso município. O objetivo da solicitação é dar uma melhor qualidade de vida aos idosos, através do acolhimento, acompanhamento profissional e desenvolvimento de atividades que promovam o relacionamento social entre eles. Para tanto, sugere que o local adequado para a construção deste abrigo seja no terreno ao lado da Unidade Básica de Saúde em frente ao Hospital São José.

– INDICAÇÃO Nº 106/2019 – do Vereador Ismael Zukunelli: Considerando a Indicação Nº 007/2018, de autoria da Vereadora Onira Orlando Zonin, já aprovada nesta Casa Legislativa, REITERA ao Poder Executivo a necessidade de implantar no município, com o auxílio da secretaria competente, um sistema mais rigoroso de fiscalização e controle do uso do herbicida 2,4-D nas lavouras do município, levando em consideração que a aplicação deste produto tem causado grandes prejuízos aos pequenos produtores do município, sugere-se ainda, que o Poder Executivo oficie a PATRAM, para que a mesma auxilie o município nesta fiscalização e também para que os comerciantes tenham maior rigor na comercialização deste produto.

– INDICAÇÃO Nº 107/2019 – da Vereadora Daiane Barancelli: Tendo em vista que a Família Rotária de Erechim está dando andamento ao PROJETO PELE SADIA, que tem como objetivo, oferecer à população dos municípios da nossa região equipamento que possibilita o diagnóstico precoce do câncer de pele, e na busca de doações para concluir a compra deste equipamento, lançou uma campanha de colaboradores.   Desta forma, apresento a presente propositura, no sentido de que seja oficiado o Poder Executivo, para que através da Secretaria Municipal de Saúde, estude a possibilidade e os meios legais de aderir ao Projeto Pele Sadia.

– INDICAÇÃO Nº 108/2019 – do Vereador Marcelo Richit: Atendendo ao pedido dos moradores, reitera Indicação Nº 041/2018, de autoria do Vereador Norberto da Silva Barancelli, solicitando que o Executivo Municipal, através da secretaria competente viabilize o recolhimento do lixo no interior do município, no mínimo quatro vezes ao ano.

– Projeto de Lei Nº 040/2019: Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a conceder auxílio no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e firmar Termo de Fomento com a Associação de Apoio ao Idoso Maximilianense e dá outras providências.

Na ocasião, usou da Tribuna Livre, a Contadora do município, Senhora Alcione da Motta que explicou a situação financeira do município. Também fez uso do espaço a Excelentíssima Prefeita Dirlei Bernardi dos Santos.

Assista ao vídeo da sessão aqui:

Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores do dia 20 de Novembro de 2019

Expediente apreciado na Décima Oitava Reunião Ordinária realizada nessa Casa Legislativa no dia 20 de Novembro de 2019, ocasião em que houve a deliberação das seguintes matérias:

– INDICAÇÃO Nº. 097/2019 – Vereadora Daiane Barancelli: Indica ao Poder Executivo, que através da Secretaria Municipal de Agricultura em parceria com a pasta da Saúde, seja providenciada, em caráter de urgência, a aquisição do produto BTI (Bacillus thuringiensis israelensis) para se aplicado na zona urbana e rural do município a fim de diminuir a proliferação do mosquito borrachudo. Aprovada por unanimidade.

INDICAÇÃO Nº 098/2019 – Vereadora Daiane Barancelli: Indica a Excelentíssima Senhora Chefe do Poder Executivo, que através da Secretaria Municipal de Educação, seja providenciada a aquisição e instalação de aproximadamente seis ares-condicionados para atender as salas de aula da Escola Municipal de Educação Infantil Mundo Mágico, localizada na Rua da Misericórdia, objetivando oferecer maior conforto para as crianças e os Professores. Sugere ainda, que seja avaliada a possibilidade de construir a cobertura da quadra de areia existente na referida escola. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 099/2019 – Vereadora Daiane Barancelli: No propósito de colaborar com a Administração municipal e atendendo um pedido dos moradores, sugere que o Executivo Municipal estude a possibilidade e disponibilize que o Estádio Municipal Antenor Chiochetta fique aberto diariamente manhã e tarde para a prática de atividades físicas. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 100/2019 – Vereador Norberto da Silva Barancelli: Indica a Chefe do Executivo Municipal, para que determine ao setor competente da Administração, que seja realizado com urgência, o patrolamento na estrada da Linha Baixo Caçador. Aprovada por unanimidade.

INDICAÇÃO Nº 101/2019 – Vereador Norberto da Silva Barancelli: Indica ao Poder Executivo para que providencie junto a Secretaria de Urbanismo, em caráter de urgência, a instalação de um braço com luminária no poste existente na Rua Tamandaré, esquina com a Rua 15 de Março. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 102/2019 – Vereador Ismael Zukunelli: Indica à Mesa, ouvido o Plenário e observadas às formalidades regimentais, que seja oficiada à Exma. Sra. Prefeita Municipal, para que a mesma realize estudos visando a elaboração de um projeto de lei que autorize o município a repassar, mensalmente, o equivalente a 2% (dois por cento) da receita dos royalties da Usina Hidrelétrica Machadinho, a fim de que, este percentual seja dividido entre as entidades sem fins lucrativos do município. Aprovada por unanimidade.

– INDICAÇÃO Nº 103/2019 – Vereador Ismael Zukunelli: Reitera, nos termos regimentais, que seja oficiada a Excelentíssima Senhora Prefeita, propondo ao departamento competente da Administração, que estude os meios legais e seja concedido um apoio financeiro ao Grupo da Terceira Idade “Conviver com Alegria”, objetivando assim, auxiliá-los nas despesas com o transporte, quando participam de eventos em outros municípios. Aprovada por unanimidade.

-REQUERIMENTO Nº 013/2019 – Vereador Norberto da Silva Barancelli: Reitera os Requerimentos N° 006/2019 e Nº. 011/2019, ambos de sua autoria, solicitando com a máxima urgência, seja providenciado o cascalhamento da estrada na propriedade do Sr. Gilmar Mugnhol, na Linha Bondan e também para que a Secretaria competente efetue o conserto do pontilhão que encontra-se na estrada geral que liga a Linha Bondam a Linha São Domingos. Aprovada por unanimidade.

– REQUERIMENTO Nº 014/2019 – Vereadores Onira Orlando Zonin e Marcelo Junior Locatelli: Propõem à Mesa Diretora a entrega de Menção Honrosa ao Senhor Luciano Barancelli (in memoriam) e ao Senhor Maxemino Dal Ponte (in memoriam), pela destacada atuação que tiveram em nosso município. Aprovada por unanimidade.

MOÇÃO DE PROTESTO E REPÚDIO Nº 002/2019 – autoria dos Vereadores: Moção de Repúdio, a ser encaminhada à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, contra os projetos de alteração no Plano de Carreira do Magistério Público Estadual, no Estatuto do Servidor Público do Rio Grande do Sul e na Previdência Estadual. Aprovada por unanimidade.

– PROJETO DE LEI Nº 039/2019: Altera dispositivos do plano de cargos e vencimentos dos Servidores Públicos Municipais. O projeto de lei foi rejeitado por 6(seis) votos contrários x 2(dois) votos favoráveis.

– PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 001/2019: Aprova as Contas de Governo da Administradora do Executivo Municipal de Maximiliano de Almeida, Senhora Dirlei Bernardi dos Santos, referente ao exercício de 2017, com o Parecer do TCE sob o n. 20.204 (Processo Nº. 004362-0200/17-4). O projeto de decreto legislativo foi aprovado por 8(oito) votos favoráveis e nenhum voto contrário.

Ouça o áudio da sessão aqui:

Novo ministro, novo Governo?

Mesmo quando tenta superar crises o governo acaba tropeçando. Mal tomou posse, o novo Ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, já se vê às voltas com um primeiro possível escândalo: o suposto doutorado pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, não existe. Fica em dúvida também, portanto, o pós-doutorado na Alemanha. Não será a primeira vez neste governo em que um currículo falso é descoberto. Aliás, colocar títulos inexistentes (não raro abandonados no meio do percurso) é uma prática infelizmente comum no Brasil.

Seja como for, passado esse primeiro embaraço, o que podemos esperar de Decotelli? A gestão Weintraub foi completamente ideológica e voltada não a algum resultado concreto, mas à briga política nas redes sociais. Decotelli se anuncia em oposição a ele; em entrevista a O Globo, disse que fará um ministério técnico. E deu aquilo que será o norte de sua pasta: não tanto a implementação de um projeto que ele já traga pronto, e sim o diálogo, a construção junto ao Congresso, às secretarias estaduais e a organizações da sociedade civil. Nomes do DEM, do MDB e da REDE foram citados como interlocutores, além de Rodrigo Maia.

É justamente o que Weintraub se recusava a fazer. Na já célebre reunião de 22 de abril, cujo vídeo rodou o Brasil, Weintraub dava voz à sua insatisfação dentro do governo: o presidente negociava com pessoas que, segundo o então ministro, ele deveria tratar como inimigas. A nomeação de Decotelli, então, é uma verdadeira reversão de curso. Agora que o FNDE – que Decotelli presidiu – está nas mãos de partidos do Centrão, o MEC como um todo também estreitará laços com a política institucional. Ou seja, com o “establishment” tão demonizado por Weintraub e pela ala olavista da qual ele faz parte. Vencem os militares e a política.

No início do mandato, podendo escolher entre priorizar um governo mais técnico e estável ou mais ideológico e combativo, Bolsonaro optou pela segunda, acreditando que isso ajudaria seu projeto pouco democrático de poder. O estrago e o tempo perdido foram arrasadores. Agora, grandes nomes técnicos não querem se aproximar de sua gestão, cientes do dano reputacional e da pouca chance de sucesso de suas agendas. O dilema se transformou: dobrar a aposta na ideologia e no combate ou aceitar compor com a política ordinária e fisiológica. O que está em jogo nessa decisão também mudou: não é mais a escolha entre melhores resultados para o Brasil ou maior poder nas mãos do presidente. É entre terminar o mandato ou ser derrubado.

Bolsonaro parece ter tomado sua decisão. Fabio Faria nas Comunicações, Decotelli na Educação, falas conciliatórias para com o STF e o Congresso. Até os mortos pela Covid-19 ele homenageou. Será que a página finalmente foi virada e os ímpetos revolucionários deixados de lado?

Eu duvido muito. Se abandonar a retórica do conflito e da radicalização, Bolsonaro perderá seu maior ativo político: uma militância expressiva e muito ativa. Com ela, pode ir a popularidade, pensando que num futuro próximo o auxílio emergencial, que será esticado por mais três meses, deve acabar.

Acostumamo-nos, neste um ano e meio de governo, ao esticar e afrouxar da corda. Agora, Bolsonaro afrouxa – e afrouxa mais do que jamais fez. Mas é certo que irá esticá-la de novo. Mesmo porque, nos outros poderes, a interlocução vai se tornar menos complacente.

Por mais que a militância bolsonarista faça a caveira de Rodrigo Maia, o fato é que ele tem sido um Presidente da Câmara muito solícito e cooperativo: inclusive abraçou, sem contrapartida nenhuma, a agenda econômica do governo. Em alguns momentos, chegou mesmo a ser uma espécie de Primeiro-Ministro brasileiro. O que virá em 2021? Não se sabe ainda, mas a chance de um Presidente da Câmara mais puramente transacional é real: Arthur Lira, que agora abraço Bolsonaro, é um amigo muito mais exigente do que um Rodrigo Maia algo hostil.

Por fim, temos a mudança do Presidente do Supremo. Toffoli é o mais político dos Ministros. Luiz Fux (de “In Fux we trust”), que assume em setembro, um dos mais lava-jatistas. Recentemente rebateu a fala de Bolsonaro em que o Presidente buscava se eximir de culpa pela negligência do governo federal na pandemia.

Por enquanto, reina a paz e o centrão. Os espectros do impeachment e da cassação se afastam. Mas as investigações sobre o Gabinete do Ódio e do ex-gabinete de Flávio seguem. E Bolsonaro segue desconfortável na roupa de um Presidente normal. Os fósforos foram apagados, mas os barris de pólvora continuam no Palácio.

História da publicidade dos carros reflete mudanças de costumes

CHICO BARBOSA

Car & Fun

Livro mapeia anúncios da indústria automobilística no decorrer do século XX

tendências de estilo. Uma edição mais atual seria bem-vinda porque traria as campanhas do dia de hoje. A ver…

Capa de “20th Century Classic Cars: 100 Years of Automotive Ads”

Capa de “20th Century Classic Cars: 100 Years of Automotive Ads” (Taschen/Divulgação)

Pelo seu caráter abrangente, o livro tende a agradar não apenas quem gosta do automóvel pelo seu lado bruto e veloz, mas também aqueles leitores que entendem o carro como protagonista da história social, do design, do comportamento desde os tempos modernos. Se forem consideradas as ilustrações recheadas de mulheres e homens elegantemente vestidos, também podemos dizer que o livro sobre os seres motorizados conta também muito da história da moda e dos hábitos de consumo de uma época.

Livro mapeia anúncios da indústria automobilística

Livro mapeia anúncios da indústria automobilística (Taschen/Divulgação)

A edição é trilingue: inglês, francês, alemão. Não há em português, o que é uma pena, mas ainda assim a consulta vale nem que seja para apreciar suas curiosas imagens. O livro está disponível na Amazon.

Chico Barbosa é jornalista, escritor e editor da CBNEWS

3884671

Fraudes ‘pagariam’ R$ 600 a 100 mil no auxílio emergencial

Falhas na poupança digital e no aplicativo «Caixa Tem», entre outras brechas, têm permitido que criminosos acessem contas de beneficiários

Uma série de fraudes em saques e pagamentos com recursos do auxílio emergencial já leva a Caixa a amargar um prejuízo de mais de R$ 60 milhões, segundo apurou o Estadão/Broadcast. Falhas na poupança digital e no aplicativo “Caixa Tem”, entre outras brechas, têm permitido que criminosos acessem as contas dos beneficiários e usem o dinheiro que não lhes pertence. O valor do desfalque seria suficiente para pagar a cota de R$ 600 do benefício a mais 100 mil brasileiros.

A instituição detectou que algumas contas estão sendo acessadas indevidamente, por pessoas que não são as beneficiárias do auxílio. Como o calendário de saques impôs restrições, os fraudadores têm ampliado sua forma de atuação e usam o dinheiro para quitar boletos, fazer pagamentos com QR code (uma espécie de código de barras) ou utilizam o cartão virtual da poupança digital.

Diante das reclamações, a Caixa tem reembolsado os beneficiários que foram vítimas do golpe, mas precisará arcar com o prejuízo. O problema ocorre depois de a Caixa decidir abrir contas de poupança digital para todos os beneficiários, inclusive aqueles que haviam indicado contas já existentes para receber o benefício, e levou a um jogo de empurra nos bastidores do banco. Nenhuma área quer assumir a responsabilidade pelas perdas.

A professora de música Rafaela Priscila Cavalcanti da Silva, de 31 anos, recebeu normalmente a primeira parcela do auxílio em sua conta poupança na Caixa, mas só ficou sabendo depois que a segunda prestação havia sido depositada na poupança digital. Quando tentou fazer o cadastro no Caixa Tem, no início deste mês apareceu a informação de que o CPF já estava cadastrado com outro e-mail e telefone.

Moradora de Camaçari (BA), Rafaela foi à agência da Caixa e descobriu que os fraudadores usaram o dinheiro do seu auxílio para pagar um boleto de R$ 600. A professora fez a contestação e após dez dias, conseguiu reaver os recursos. Até lá, no entanto precisou atrasar contas. “Foi um prejuízo”, diz. Prestes a receber a terceira parcela, tem medo de a história de repetir. “Ainda acho que não é confiável.”

A ajudante de cozinha Aparecida Zilma, de 34 anos, levou um susto quando foi sacar o dinheiro da segunda parcela do auxílio em 19 de maio. “O atendente falou que eu já tinha sacado”, conta. Beneficiária do Bolsa Família, ela tentou retirar o dinheiro diretamente no caixa de uma agência em Mauá (SP) porque seu cartão estava com problema e acabou ouvindo que ele havia sido clonado. “Retiraram o dinheiro em Minas Gerais”, diz.

Aparecida levou mais de 30 dias para ser reembolsada pela Caixa: só recebeu o valor sacado indevidamente junto com a terceira parcela, agora em junho. Ela, que perdeu o emprego informal durante a crise, já vinha atrasando algumas contas para conseguir comprar comida e acabou ficando em situação ainda mais delicada. Para segurar as pontas, Aparecida precisou da ajuda do companheiro, Joélio, que trabalha como entregador e até hoje está com o seu pedido de auxílio emergencial em análise.

Procurada, a Caixa informou que “atua com inteligência, prevenção e combate a fraudes e adota as melhores práticas e ferramentas de mercado para proteção de suas aplicações de forma a proteger seus clientes e beneficiários”. Segundo o banco, as áreas de segurança realizam monitoramento e mapeamento contínuo de seus sistemas, em colaboração com os órgãos de segurança, com o objetivo de coibir movimentações indevidas. “Eventuais ocorrências identificadas são tratadas e reportadas à Polícia Federal”, diz a nota.

Crédito indevido

A Caixa também está acumulando prejuízos devido a um erro de processamento que levou o banco a depositar o valor do auxílio em dobro para alguns beneficiários. Mesmo quem indicou conta em outro banco para receber o benefício recebeu a segunda parcela em uma poupança digital criada automaticamente pela Caixa. Após um período, o dinheiro que não havia sido gasto foi transferido dessa poupança para a conta indicada originalmente.

Segundo apurou a reportagem, dentro da Caixa há quem defenda que o valor pago a mais seja descontado da terceira parcela, mas o jurídico do banco é contra porque poderia gerar questionamentos. Na aprovação da lei do auxílio, o Congresso previu que o dinheiro da política é completamente blindado de descontos por cobrança de dívidas, incluindo cheque especial.

A Caixa respondeu que não tem registro de depósitos em duplicidade no pagamento do auxílio emergencial.